Livro: Lembra de mim?

Olá, geeeente!

lembra_de_mim

Faz muito tempo que eu não posto os livros que eu estou lendo aqui no blog, né?! Na verdade o último livro que eu li foi o Não se apega, não. Eu gostei tanto desse livro que depois dele fiquei procurando outros e nenhum me chamava tanta atenção. 

Maaaaas depois de procurar muuuito encontrei e comprei um que eu to gostando muito, é o Lembra de mim? da Sophie Kinsella. Ele por enquanto ta me lembrando bastante o Uma curva no tempo, eu amei esse livro e to gostando muito do Lembra de mim? também. Essa escritora é super famosa e os livros dela são super legais, eu quero muito ler o Fiquei com seu número que é dela também, só não comprei ainda porque em todos os lugares que eu vou ele está esgotado. Imaginem o quanto deve tá vendendo hahaha.

Eu ainda estou no quarto capítulo, mas até agora está muito divertido! A história é sobre uma moça que a vida dela está péssima, então ela sofre um acidente e não se lembra de nada que aconteceu, ela se lembra de um acidente na noite anterior, porém essa noite existiu há 3 anos. Ela acorda no hospital com um corpo mais magro, cabelo arrumado, unhas feitas, bolsa de grife, dentes arrumados e descobre que está casada, porém ela não faz ideia de quem é o marido dela e como tudo isso aconteceu com ela.

Estou adorando o livro e acho que virão grandes surpresas por aí.

Lembra de mim? – Lexi desperta em um leito de hospital após um acidente de carro, pensando que está em 2004, que tem 25 anos, uma aparência desleixada e um namoro desastroso. Mas, para sua surpresa, ela descobre que está em 2007, tem 28 anos, é chefe de seu departamento e sua aparência está impecável. E ainda é casada com um lindo milionário! Ela não pode acreditar na sorte que teve. Mas conforme ela descobre mais sobre a nova Lexi, nota problemas graves em sua vida perfeita. E, para completar, uma revelação bombástica pode ser sua única esperança de recuperar a memória.

Beijinhos :*

Anúncios

Opinião: Você sabe utilizar a sua?

Sabe aquela pessoa que você não perguntou nada sobre a opinião dela e mesmo assim ela insiste em compartilhar com você o que ela pensa sobre você? Pois é, meu desabafo de hoje vai ser sobre essas pessoas queridas!

Eu penso assim: se eu gostei de algo, eu comento, se eu não gostei, eu fico quietinha. Se a pessoa pergunta a minha opinião, eu sou sincera e respondo, se a pessoa não me pergunta e minha opinião é negativa, eu fico bem quieta.

Agora, existe aquele tipo de pessoa que gosta de expor opiniões sem ninguém perguntar nada e essa mesma opinião não vai agregar em nada, na maioria dos casos, vai só piorar as coisas.

Aí eu te pergunto, por que falar coisas que não vão agregar em nada? Pra se auto afirmar? Pra diminuir o outro e assim se sentir melhor? Pra mostrar que você é inconveniente? Por quê? Ou será que é só falta de respeito mesmo?

Eu juro que eu não sei o motivo e, sinceramente, prefiro não saber e prefiro também que a pessoa fique de boquinha fechada!

Recentemente, aconteceu um caso desse comigo e eu fiquei muito brava com a pessoa e fiquei tão sem reação que acabei saindo do lugar e chorando que nem louca. Acredito que essa não seja a melhor maneira de lidar com essa situação, mas foi a única coisa que consegui fazer sem ser mal educada. Fiquei muito chateada, a pessoa me expôs na frente de outras pessoas falando que não havia gostado de tal coisa que eu havia feito no meu corpo e ainda me comparou com outras pessoas que estavam presentes. Qual a necessidade disso? Vamos guardar nossas opiniões pra nós mesmos, né?!

Para minha sorte, eu tenho pessoas muito queridas ao meu lado e me ajudam, me escutam, me aconselham e cuidam de mim quando coisas assim acontecem e eu sou completamente grata a elas, acho que são aqueles que chamamos de anjinhos, sabe?

Então, o meu recadinho pra esse post é: vamos pensar um pouquinho mais antes de sair por aí falando o que achamos e o que não achamos dos outros, se falassem isso de você, você iria gostar?! Não faça com os outros o que você não gostaria que fizessem com você.

Beijinhos :*

Último primeiro dia de aula!

A primeira vez que eu passei por essa situação foi no meu último ano da escola, foi um sentimento estranho que envolvia medo, ansiedade, preocupação, felicidade e um pouquinho de orgulho. Até porque eu me formaria em menos de um ano e assumiria finalmente a vida adulta, faculdade, responsabilidades e tudo mais que você assume quando sai da bolha de segurança que é a escola.

Hoje eu estou há um dia do meu segundo último primeiro dia de aula, mas dessa vez é um pouquinho diferente porque é o meu último primeiro dia de aula da faculdade, ou seja, estou no último semestre do curso de Publicidade e Propaganda e tudo isso me apavora um pouco, mas por que?

Porque a faculdade sempre foi um objetivo de vida quando sai do colégio e agora esse objetivo está prestes a ser concluído e bate um medinho de não saber ao certo como será ano que vem. Medos são bons para nos avisar e nos tirar da nossa área de conforto e eu acredito que esse projeto, o curso de PP, será um objetivo muito bem concluído com ótimas lembranças, ótimos conhecimentos, alguns prêmios de trabalhos reconhecidos pela excelência do mesmo.

O que eu quero dizer, é que nesses três anos e meio eu cresci muito, aprendi muito e vi o quão importante é passar por fases que não sabemos ao certo como será, não sabemos se teremos força de vontade para ir até o fim, se nossos interesses serão os mesmos até o fim do percurso, não sabemos o que nos tornaremos e, o mais importante, não saberemos o rumo que nossas vidas irão tomar, por isso digo que decisões são importantes e coragem para toma-las mais ainda!

Hoje eu olho pros quase 4 anos atrás e digo que teria mudado muitas coisas, mas que não me arrependo de nada que fiz, porque essas coisas me fizeram crescer, aprender e me tornar quem eu sou hoje.

Essas experiências estarão pra sempre comigo e todo o stress, apertos, brigas e todas as coisas que passei durante esse curso eu vou guardar com muito amor e carinho, agora que vai começar meu último semestre estou com o sentimento de saudades sem nem mesmo ter acabado essa fase.

Espero que seja um semestre de muito trabalho, muita campanha boa, muito conhecimento, muitas lembranças eternas, muitas amizades que irão além da faculdade e muita coragem pra iniciar uma nova fase da vida.

Beijinhos e coragem pra você que também vai começar um novo semestre com várias incógnitas pela frente. :*

Quantas dores!

Segunda como vocês já sabem, foi o dia mais vergonhoso da minha vida e o que iria me deixar com mais dores também.

No treino que eu fiz segunda teve agachamento com peso e esse exercício querido me deixou dolorida demais, já tomei remédio e mesmo assim nada dessa dor insuportável ir embora, só sei que ontem(terça) não tive condições de ir na academia por causa das dores e hoje(quarta) também não vou conseguir ir porque eu ainda não consigo levantar da cama, sentar e andar sem dor, imagina fazer exercícios.

É comum sentirmos essas dores quando trocamos o treino, na primeira semana elas permanecem com a gente, devido o nosso corpo não ter trabalhado esses músculos anteriormente, só precisamos ser fortes e não deixa-las tomar conta da gente.

O começo, para mim, é sempre o mais difícil, é sempre onde eu penso em desistir e procurar outra coisa pra fazer, mas é também onde eu penso que se eu desistir estarei sendo fraca e isso é uma coisa que eu não admito ser. Então, essa dor não me impedirá de voltar amanhã, se eu conseguir pelo menos levantar da cama sem dor, de voltar pra academia e concluir meu projeto de perda de peso.

Estou tomando um chá verde que é bem gostosinho e ele ajuda na perda de líquidos, ou seja, você faz bastante xixi e ele ainda regula o intestino.

IMG_6178

Eu tomo uma vez por dia e o potinho rende até 40 porções, se eu não me engano. O gosto é bem suave de menta e é docinho.

IMG_6179

A gente encontra esse produto em qualquer loja de produtos “verdes” e naturais.

Beijinhos e muita força hahaha.

Frio + Fondue = muito amor!

Semana passada eu enfiei o pé na jaca literalmente. Fiz fondue duas vezes na semana e comi muuuuuito porque estava muito bom!

O tempo friozinho, férias, saudades das amigas e tudo isso resultou perfeitamente nos meus fondues.

Fizemos de queijo e de chocolate nos dois dias, porém no primeiro dia foi uma meleca só e sujamos muuuito a cozinha, no segundo dia já estava um pouco mais experiente no assunto e saiu tudo mais fácil e sem tanta sujeira.

Vou colocar algumas observações e dicas pra quem quer fazer em casa.

Fondue de Queijo

  IMG_6037

Para fazermos o de queijo, compramos dois pacotinhos do fondue pronto da marca Quatá. Muito gostoso e super tranquilo de preparar. Colocamos em uma panela para esquentar no fogão e quando amoleceu colocamos um pouco de vinho branco e um pote de requeijão, ficou sensacional. Usamos também pão italiano cortado em cubinho, achei bem mais saboroso do que com pão francês.

Uma dica: vinho e fondue de queijo suuuuper combinam! Delícia!

IMG_6011

A quantidade foi: 2 pacotinhos de fondue pronto Quatá, um pote de requeijão, um pouco de vinho branco e rendeu o suficiente para 6 pessoas comerem.

Fondue de Chocolate

IMG_6013

No primeiro dia, aquecemos o chocolate no micro-ondas e quando estava derretido acrescentamos o creme de leite. NÃO FAÇAM ISSO!  Não conseguimos dar liga na mistura, empedrou e precisamos voltar a mistura pro fogão em banho maria, adicionar leite e mesmo assim ficou meio estranho, mas deu pra comer e ficou gostoso, mas deu um trabalhão e medo também, porque achamos que não conseguiríamos fazer o chocolate amolecer.

No segundo dia, colocamos as barras de chocolate quebrada em cubinhos direto no fogão em banho maria ( sempre que vai derreter chocolate precisa ser em banho maria) quando estava praticamente todo derretido adicionamos uma lata de creme de leite sem o soro e ficou uma delícia.

Comemos o de chocolate com banana, uva, morango, kiwi, bolacha wafer e marshmallow. Tudo delicioso.

A dica: Não derreta de maneira alguma a barra de chocolate no micro-ondas, faça em banho maria e quebre o chocolate antes de colocar na panela pra derreter mais fácil

A quantidade foi: 2 barras de chocolate ao leite e 2 barras de chocolate meio amargo, uma lata de creme de leite e também rendeu o suficiente para 6 pessoas comerem.

Essas foram minhas dicas para fazer fondue em casa, uma refeição gostosa, quentinha e aconchegante. Gostaram?

Beijinhos :*

Uma Curva no Tempo

Geeente, oiii!

122631118_1GG

Eu tinha feito um post falando sobre os livros que eu queria ler em Junho, e consegui terminar  Uma Curva no Tempo, Dani Atkins, e o Amor ao Pé da Letra já comprei também e vou começar ele essa semana.

Eu amei o livro Uma Curva no Tempo, é um livro super fácil a leitura, com sacadas geniais da autora. O fim é surpreendente e eu fiquei apaixonada por ele.

Esse livro é aquele do tipo que você não consegue parar de ler porque quer saber logo o desfecho e descobrir como pode estar acontecendo aquilo com a personagem.

Tem um romance muito fofo durante a história e faz os leitores perceberem como uma vida perfeita nem sempre é tão perfeita assim e que, as vezes, nossos melhores amigos são uma das pessoas mais importantes de nossas vidas. Adorei o livro e adorei a mensagem que ele passa.

Recomendo suuuuper essa leitura.

Beijinhos :*

O que é amar?

10-misterios-del-amor-explicados-por-la-ciencia-1

É falar que ama? Falar que sente saudades? Dizer que não consegue viver sem a pessoa? Jurar amor eterno? Planejar um casamento?

Eu acho que amar é muito mais do que isso, acho que amar está nos pequenos gestos, desde um “se cuida” até um “pode ficar deitada, eu pego pra você”. Eu realmente acho que o amor está nos menores gestos e que é algo muito mais implícito.

Do que adianta um “eu te amo” todos os dias se não for verdade e se percebemos isso nas atitudes da outra pessoa? Acredito que nada!

Acho que o amor é quando você está fazendo algo e sem perceber já inclui a pessoa em seus planos, imagina o que ela pensaria sobre tal atitude, qual a opinião dela sobre aquilo, é quando você se pega comprando ou fazendo alguma coisa que você nem gosta muito, mas sabe que o outro gosta/gostaria e lá está você. Acredito que seja o carinho, a preocupação e a vontade de agradar sem ter nenhum motivo palpável a outra pessoa.

Pra mim, o amor é uma sementinha que nasce pequenininha e com o tempo se torna a árvore mais linda do nosso jardim, é preciso tempo, dedicação, proteção, carinho e se bem cuidado todos os dias, a receita não tem como não se tornar perfeita.

Mas não vamos nos enganar, o amor pode machucar e se tornar um sentimento triste por muito pouco, um descuido já é o suficiente, é preciso cuidado com atitudes, palavras, gestos e cuidar bem desse sentimento que nasceu somente pra trazer felicidade onde quer que seja.

Agora, com o dia dos namorados chegando, aproveita pra cuidar um pouquinho melhor desse sentimento, pedir desculpas, demonstrar mais carinho e não digo somente o amor entre casais e sim, todos os tipos de amor.  ❤